Microsoft Commerce Server: O que é?

História

Assim como outras empresas grandes do setor, a Microsoft investiu (e continua investindo) esforços na área de comércio eletrônico, fornecendo produtos exclusivos para este ramo.

Em outubro de 1996 a Microsoft liberou o Merchant Server, uma solução para o então ainda recente mercado de B2C. Inicialmente este produto pertencia a uma empresa chamada eShop, sendo baseado em Python e C++.
Com o lançamento do ASP (Active Server Pages) em Dezembro de 1996, o processamento principal do Merchant foi migrado para objetos COM.20339054

Mas a promissora vida do Merchant Server foi encerrada logo na primeira versão, quando a partir daí começou a ser incorporado na versão “Commerce Edition” de um produto chamado Site Server versão 2.0. Na sua versão seguinte 3.0, algumas funcionalidades de administração dos conteúdos do e-commerce e também outros conteúdos comuns foram adicionadas.

Ao descontinuar o Site Server, a Microsoft criou duas novas linhas de produtos: Commerce Server, com toda sua linha voltada para o e-commerce; e o Sharepoint, com a administração do conteúdo.

O Caminho do Commerce Servercommerce_server_big

A versão inicial do Commerce Server surgiu em 2000, quando o Site Server deixou de existir. Algumas mudanças ocorream e em 2002 foi lançada uma nova versão, seguinda de alguns Services Pack em 2003, 2004 e 2006, quando a versão 2007 do produto já estava em desenvolvimento.

A penúltima versão do produto, Commerce Server 2007, trouxe muito benefícios, tornando-o mais competitivo e utilizado no mercado.

Em março de 2009 foi lançada a versão mais atual (no período de publicação deste post). Inicialmente conhecida como “Mojave”, a versão 2009 adicionou recursos sobre a base do 2007, como múltiplos canais de publicação, utilização do Sharepoint para gerenciamento, mais de 30 web parts por padrão, o Commerce Server Foundation, etc.

Fontes de Informações

A versão 2000 e 2002 do Commerce contaram com a publicação de alguns livros, o que na época era fundamental pelo dificil acesso à informação.

51Hu7J9eEHL__BO2,204,203,200_PIsitb-sticker-arrow-click,TopRight,35,-76_AA240_SH20_OU01_ 518MVBPW04L__BO2,204,203,200_PIsitb-sticker-arrow-click,TopRight,35,-76_AA240_SH20_OU01_

A versão 2007 não conta com nenhuma publicação, tornando os blogs e acesso online a base para a disseminação do conhecimento. A partir desta versão foram criados fóruns no MSDN, que podem ajudar na resolução de problemas.

Mesmo assim, o Commerce continua sendo um mito para muitas empresas, que pela dificuldade de encontrar pessoal especializado deixa de adquirir o produto.

O Commerce Server no Brasil

No Brasil o Commerce começou a ser largamente utilizado a partir de 2007. Antes disso, poucos projetos utilizaram o produto.

Atualmente temos empresas como Grupo Pão de Açucar e BM&F Bovespa que adotaram esta base para seus negócios em comércio eletrônico.

Existe um grupo de usuários chamado Commerce Server Brasil que reúne um grupo de profissionais especializados na ferramente, onde é possível trocar idéias, soluções, vagas de emprego, etc.

E agora?

Nos próximos posts vou escrever mais detalhes sobre a versão 2009, além de questões como migração, problemas encontrados ao tentar vender e aplicar o Commerce, entre outros pontos interessantes.

Abraços!

Published Friday, October 23, 2009 12:16 PM by anobre
Filed under: ,

Comments

No Comments