RSS feed
Anunciando: Melhorias para o Portal da Windows Azure - ScottGu's Blog em Português

Anunciando: Melhorias para o Portal da Windows Azure


Hoje cedo nós lançamos uma série de melhorias para o Portal de Gerenciamento da Windows Azure. Os novos recursos incluem:
  • Gerenciamento e Monitoramento do Service Bus
  • Suporte para o gerenciamento de Co-administradores
  • Suporte para Importação/Exportação de bancos de dados SQL
  • Melhorias para a Usabilidade de Máquinas Virtuais
  • Melhorias para as Notificações de Status dos Serviços da Nuvem
  • Suporte para o Monitoramento dos Serviços de Mídia
  • Criação de Contêiners de Armazenamento e Suporte para Controle de Acesso

Todas essas melhorias estão agora online em produção e disponíveis para serem usadas imediatamente. A seguir estão mais detalhes sobre elas:

Gerenciamento e Monitoramento do Bus de Serviços

O novo Portal de Gerenciamento da Windows Azure agora suporta o gerenciamento e o monitoramento do Bus de Serviços. O Service Bus fornece uma infra-estrutura de mensagens rica que pode fazer o meio de campo entre as aplicações (ou entre ambientes na nuvem e ambientes locais) permitindo que as aplicações se comuniquem de forma flexível de forma a obter uma melhor escalabilidade e elasticidade. Com o novo suporte para o Service Bus, agora você pode criar e gerenciar Namespaces do Service Bus, Queues (Filas), Topics (Tópicos), Relays (Transmissões) e Subscriptions (Assinaturas). Você também pode ter um monitoramento rico para as Queues, Topics e Subscriptions do Service Bus.

Para criar um namespace do Service Bus, agora você pode selecionar a tab "Service Bus" no Portal da Windows Azure e então basta selecionar o comando CREATE:

imagem.

Isso abrirá uma nova janela de diálogo "Create a Namespace" (Criar um Namespace) que lhe permite nomear e criar um novo namespace para o Service Bus:

imagem.

Uma vez criado, você pode obter as credenciais de segurança associadas ao namespace através do comando ACCESS KEY. Isso te fornece a capacidade de obter a string de conexão associada com o namespace do serviço. Você pode copiar e colar esses valores em qualquer aplicação que necessita dessas credenciais:

imagem.

Agora também é fácil criar Filas e Tópicos do Service Bus através da nova opção NEW disponível no portal. Basta clicar no comando NEW e navegar para a categoria "App Services" para criar uma entidade do Service Bus:

imagem.

Assim que você criar uma nova Fila ou Tópico, qualquer um deles poderá ser gerenciado no portal. Ao clicar sobre um namespace, serão exibidas todas as filas e tópicos dentro dele:

imagem.

Ao clicar em um item na lista, você pode expandir a exibição para um dashboard que permite monitorar a atividade e tráfego dentro dele, bem como realizar operações no item. Por exemplo, a seguir é exibida uma visão de uma fila chamada "orders" (pedidos) - note como agora podemos ver tanto a taxa de entrada e saída do fluxo de mensagens, bem como o comprimento total e o tamanho da fila:

imagem.

Para monitorar assinaturas pub/sub você pode usar o comando ADD METRICS dentro de um tópico e selecionar uma assinatura específica para monitorar.

Suporte para o Gerenciamento de Co-Administradores

Agora você pode adicionar co-administradores à sua assinatura da Windows Azure usando o novo Portal da Windows Azure. Isso permite que você compartilhe o gerenciamento dos seus serviços da Windows Azure com outros usuários. Co-administradores da assinatura compartilham os mesmos direitos e permissões administrativas que o administrador do serviço tem - exceto o seguinte: um co-administrador não pode alterar ou ver detalhes de cobrança da conta, nem remover o administrador do serviço de uma assinatura.

Na seção SETTINGS, clique na tab ADMINISTRATORS e selecione o botão ADD para adicionar um co-administrador na sua assinatura:

imagem.

Para adicionar um coadministrador, você especifica o endereço de e-mail de uma conta Microsoft (antigo Windows Live ID) ou de uma conta empresarial, e escolhe a assinatura na qual você deseja adicioná-lo:

imagem.

Mais tarde você pode atualizar as assinaturas nas quais o coadministrador tem acesso clicando no botão EDIT e, em seguida, selecione ou desmarque as assinaturas às quais ele pertence.

Suporte a Importação/Exportação para Bancos de Dados SQL

O Portal de Gerenciamento da Windows Azure agora suporta a importação e exportação de bancos de dados SQL de/para um armazenamento Blob. Bancos de dados podem ser importados/exportados para um armazenamento blob usando o mesmo formato de arquivo BACPAC que é suportado com o SQL Server 2012. Dentre outros benefícios, isto torna fácil copiar e migrar bancos de dados entre ambientes locais e na nuvem.

Bancos de dados SQL agora possuem um comando EXPORT na barra de comandos na parte inferior da tela que quando pressionado irá pedir para que você salve seu banco de dados em um contêiner de armazenamento da Windows Azure:

imagem.

A interface do usuário permite a você escolher uma conta de armazenamento existente ou criar uma nova, bem como definir o nome do arquivo BACPAC que será persistido no armazenamento blob:

imagem.

Agora você também pode importar e criar um novo banco de dados SQL usando o comando NEW. Este comando pedirá que você selecione o contêiner de armazenamento e o arquivo a partir do qual o banco de dados será importado:

imagem.

O Portal da Windows Azure permite que você monitore o andamento das operações de importação e exportação. Se você optar por sair do portal, você pode voltar mais tarde e verificar o status de todas as operações na nova aba HISTORY (Histórico) do servidor de banco de dados SQL - ele mostra todo o histórico e o status (sucesso/falha) de todas as importações e exportações realizadas:

imagem.

Melhorias para a Experiência com Máquinas Virtuais

Um dos pontos comuns que geram dor de cabeça segundo nossos clientes que utilizam o preview do nosso novo suporte à máquinas virtuais, tem sido a incapacidade de excluir os VHDs quando uma instância de VM (ou drive de uma VM) é excluído. Antes do lançamento de hoje, os VHDs continuavam presentes na sua conta de armazenamento e acumulavam cobranças referentes ao armazenamento.

Agora você pode navegar até a aba DISKS (Discos) dentro da extensão de Máquinas Virtuais, selecionar um disco de VM para excluir e clicar no comando DELETE DISK:

imagem.

Quando você clica no botão DELETE DISK você tem a opção de excluir o disco + o arquivo VHD associado (completamente removendo-o do armazenamento). Alternativamente, você pode excluir o disco, mas ainda manter uma cópia .VHD do mesmo no armazenamento.

Melhorias para as Notificações de Status dos Serviços da Nuvem

O portal da Windows Azure agora mostra mais informações sobre o "estado de saúde" das instâncias de serviços. Se qualquer uma das instâncias estiver em um estado de não-execução, o status na parte superior do dashboard irá sumarizar o status (e atualizará automaticamente de acordo com a mudança no estado):

imagem.

Clicando no link da instância dentro deste resumo de status irá conduzi-lo a uma visão detalhada da instância, permitindo que você obtenha mais detalhes sobre o estado de saúde de cada uma das instâncias. O portal foi atualizado para fornecer informações de status mais específicas dentro desta visão detalhada - o que lhe dá uma melhor visão sobre a saúde da sua aplicação:

imagem.

Suporte para Monitoramento dos Serviços de Mídia (Media Services)

Os Serviços de Mídia da Windows Azure (Windows Azure Media Services) permitem que você crie jobs (trabalhos) para processamento de mídia (por exemplo: a codificação de arquivos de mídia) na sua conta Windows Azure Media Services. No Portal da Windows Azure, agora você pode monitorar o número de trabalhos de codificação que estão na fila para processamento, bem como as tarefas ativas, as que falharam e as que estão aguardando na fila para serem processadas.No painel de controle da sua conta dos serviços de mídia, você pode visualizar os dados de monitoramento referentes às últimas 6 horas, 24 horas ou 7 dias.

imagem.

Criação do Contêiner de Armazenamento e Suporte a Controle de Acesso

Agora você pode criar contêiners de armazenamento a partir do Portal da Windows Azure. Após selecionar uma conta de armazenamento, você pode navegar até a tab CONTAINERS e clicar no comando ADD CONTAINER:

imagem.

Uma janela de diálogo aparecerá, a qual permite a você nomear o contêiner e controlar o acesso ao mesmo:

imagem.

Você também pode atualizar a configuração de acesso, bem como os metadados dos contêiners existentes selecionando um deles e em seguida usando o novo comando EDIT CONTAINER:

imagem.

Uma janela de edição te permitirá alterar e salvar as configurações:

imagem.

Além de criar e editar contêiners, você pode clicar sobre eles dentro do portal para expandi-los e ver os blobs que estão armazenados dentro deles. 

Resumo

Os recursos mostrados acima estão agora ao vivo em produção e disponíveis para uso imediato. Se você ainda não tem uma conta da Windows Azure, você pode inscrever-se em um teste gratuito para começar a usar estes recursos hoje mesmo. Visite o O Centro dos Desenvolvedores da Windows Azure (em Inglês) para saber mais sobre como criar aplicações para serem usadas na nuvem.

Nós teremos ainda mais recursos e melhorias que chegarão no final deste mês - incluindo suporte para os recentes lançamentos do Windows Server 2012 e .NET 4.5 (habilitaremos novas imagens para web e work roles dentro do Windows Server 2012 e .NET 4.5 e adicionaremos suporte para .NET 4.5 nos Websites). Fique de olho no meu blog para saber mais detalhes assim que esses novos recursos se tornarem disponíveis.

Espero que ajude,

- Scott

PS Além do blog, eu também estou agora utilizando o Twitter para atualizações rápidas e para compartilhar links. Siga-me em: twitter.com/ScottGu


Texto traduzido do post original por Leniel Macaferi.

Published Monday, October 8, 2012 1:44 AM by Leniel Macaferi

Comments

No Comments